Estrela e Sam

A Estrela e o Sam vivem acorrentados para não correrem riscos na estrada que é muito próxima da habitação. Com a vedação do seu espaçoso quintal, poderão ambos correr livres e ficar juntos para sempre.
Desacorrentado
Esta campanha foi bem-sucedida e alcançou o seu objetivo!
101% Apoiado
  • 655€ Apoiado
  • 650€ Objetivo
  • 39 Apoiantes
Tempo restante

Sobre a campanha

A Estrela e o Sam vivem acorrentados no seu espaçoso quintal para não fugirem e correrem perigos na estrada que fica muito próxima.

Os tutores reconhecem o quão limitativas são as correntes e aceitaram a nossa ajuda para lhes devolver a liberdade.

Esta libertação é lançada em parceria com a APAAC – Associação de Proteção aos Animais Abandonados do Cartaxo que acompanha ambos os animais ao nível da saúde, através da vacinação, desparasitação, chip e esterilização.

Esta campanha terá um orçamento superior às anteriores pelo facto de precisarmos de mais material de vedação que permita que os dois animais disponham da maior área útil possível e também de abrigos dignos.

Mais uma nova campanha que lançamos para cumprirmos esta grande e desafiante missão: quebrar as correntes de cães em Portugal!

Estás connosco em mais uma libertação?

Contamos contigo!

Até já,

Quebr’a Corrente & APAAC

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

11 comentários

  • Anónimo

    Muito Obrigado

    25 Fevereiro, 2020 at 12:03 Responder

  • Fátima Freitas

    Boa campanha

    25 Fevereiro, 2020 at 23:47 Responder

  • Anónimo

    Por favor dêem-lhes uma vida mais condigna o mais rapidamente possível.

    28 Fevereiro, 2020 at 07:25 Responder

  • Aline Lopes

    Até ao último acorrentado!

    4 Março, 2020 at 16:20 Responder

  • Maria do Carmo Jesus Santos

    Vou dar mais esta contribuição pq penso neles todos os dias. Peço q reforcem novamente o pedido de ajuda no facebook.

    5 Março, 2020 at 14:09 Responder

  • Teresa Nascimento

    Continuem o vosso óptimo trabalho!
    Boa sorte para estes patudinhos!

    12 Março, 2020 at 09:12 Responder

  • Ana Cristina Gil

    Mais uma vez um grande bem haja por existirem e lutarem pela liberdade dos animais. 🙂

    13 Março, 2020 at 17:26 Responder

  • Lara Mesquita

    Inaceitável! Para quê manter um animal assim? Não é vida, é tortura permanente. 😭 Espero que todas as correntes se quebrem para sempre.

    6 Abril, 2020 at 14:50 Responder

  • Filipa Valente

    Obrigada.

    6 Abril, 2020 at 15:05 Responder

  • Anónimo

    Obrigada por existirem.

    8 Abril, 2020 at 11:41 Responder

  • Anónimo

    Obrigada por tudo o fazem!

    1 Maio, 2020 at 20:29 Responder